SOCORRO!!!! ESTAMOS NA ADOLESCÊNCIA.

Seguindo esta viagem que e a vida, chegamos à estação adolescência e agora?? Como escolher o caminho a seguir?? Anna Freud, psicanalista diz que o adolescente passa por desequilíbrios e instabilidades extremas. E os psicanalistas Arminda Aberastury e Maurício Knobel , referem-se a este período de vida como “ síndrome normal da adolescência”, que é perturbada e perturbadora para o mundo adulto, mas necessária para o adolescente que neste processo vai estabelecer a sua identidade.
Neste período de confusões, contradições e angustias tanto o jovem, quanto os seus pais ficam na estação com várias possibilidades de destino e poucas certezas, então pedem socorro a um consultor de viagem, a um viajante mais experiente para poder seguir com menos percalços. Nesta era da informação surgem visões diferentes deste período. Pais e adolescentes sentem-se perdidos em suas tarefas. Os pais têm a tarefa de permitir a autonomia dos filhos para que possam fazer suas escolhas e por meio dessas adquiram experiências para assumir responsabilidades. A vida dos pais também segue os ciclos e eles se preparam para nova fase buscando reencontrar-se como casal. Os conflitos que surgem referem-se à dificuldade na reorganização hierárquica, pois os filhos trazem situações novas para os pais e querem posicionar-se e fazer suas escolhas e com isso falta acordo no estabelecimento de novas regras. Já os pais estão lidando com o conflito da crise da meia idade onde os filhos não mais necessitam de seu cuidado direto. Isto pode criar padrões disfuncionais e levar os filhos a sair de casa sem maturidade ou impedir que saiam quando poderiam já fazê-lo ao justificar que “no nosso tempo” acontecia de forma diferente tentando impor um poder que impede o crescimento de pais e filhos.
Se pais e filhos viveram até aqui proximidade afetiva promovendo a formação de vínculos confiáveis, poderão estar na estação adolescência analisando os roteiros a seguir mais confortavelmente, pois sabem que os caminhos podem se aproximar e por vez se distanciar, mas terão a certeza do reencontro nas próximas estações.

Psicóloga – Terapeuta Familiar e de Casal
Noemi Paulina Cappellesso Finkler
CRP 08/03539

Psicóloga – Terapeuta Familiar e de Casal
Elisa Mara Ribeiro da Silva
CRP 08/03543

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!