QUAL O PAPEL DO R.H NA ATUALIDADE?

Todas as coisas evoluem e ficam mais complexas, o R.H. das Empresas deixaram de ser um departamento de pagadoria, para funcionar de uma forma estratégica, para trazer resultados mais eficientes a Empresa como um todo. Por esta razão as pessoas que estão na função de Gestores de R.H. necessitam ser pessoas com um grau de conhecimento amplo do que é na realidade uma Empresa harmônica e funcional.
Na visão sistêmica de Empresa, ela é vista como um organismo vivo que se move através dos tempos. Entram pessoas trazem conhecimentos, mas também trazem novos conflitos para a adaptação na equipe, novos valores, novas formas de trabalhar e com isso os integrantes da equipe necessitam modificar-se, e normalmente as pessoas querem mudanças desde que seja o outro que mude. Saem pessoas que já traziam resultados satisfatórios e a Empresa vai se readaptando, com novos talentos que precisam se integrar aos valores, a visão e missão, dentro de um clima e da cultura organizacional, que embasam está Empresa. O Gestor em R.H. precisa estar consciente deste movimento, conhecendo as funções que compõe este organismo que é a Empresa e ao conhecer, entender que perfil de pessoa dará certo naquela função e com aquele estilo de Liderança. Saber reconhecer o perfil de homem extrativista que tem cansado as Empresas na atualidade. O colaborador, com espírito do homem extrativista e aquele que entra em uma Empresa não para integrar, fazer a Empresa crescer e crescer junto, o homem extrativista vem para se apossar de uma parte que deseja, a parte que não plantou mas vem para colher, não sabe o valor da semente e nem quanta energia foi gasta para fazê-la germinar. O homem extrativista passa pelas Empresas buscando a sua satisfação pessoal e com isso busca ser servido. Mas também tem Empresas com este espírito de extrativista, que são aquelas que buscam colaboradores prontos, para deles extrair conhecimentos e solucionar seus problemas, mas não buscam conhecer seu potêncial, o que este colaborador deseja e o trata como a peça de uma máquina. As Empresas precisam de colaboradores conscientes e solidários, que se preocupam e se ocupam com a Empresa e com seus parceiros de trabalho. Que entendam que o mundo é maior que seu umbigo, que se colocam para auxiliar seus colegas de trabalho se oferecendo em ajuda, dando idéias para facilitar o trabalho, compreendendo que o todo é mais que a soma das partes e as Empresas precisam compreender que as lideraças de suas equipes é que fazem as Empresas. Como um organismo vivo nem uma parte é mais importante que a outra. Raizes, tronco, copa, flores e frutos compõe a árvore e os departamentos compõe as Empresas. De nada adianta uma parte funcionar perfeitamente e a outra não, o todo é o resultado que manterá a funcionalidade do sistema. Portanto o R.H. tem o papel estratégico de lidar com o interelação e buscar a interdependência. Bem, mas o senhor Empresário deverá estar se perguntando: qual é o caminho então? Todas as coisas precisam de manutenção, seu R.H. também. Então precisa de um R.H. com muita Inspiração, mas também com muita transpiração para montar juntamente com a administração e consultores, programas de desenvolvimento continuado, objetivando construir equipes de trabalho, que conheçam a Empresa e que realmente sintam-se pertencentes, que levem coisa sim, mas que também se preocupam em deixar, em plantar para depois colher. Pois a festa da colheita deve ser celebrada e partilhada com todos os pertencentes. Como no exemplo da natureza, estar ciente que após a colheita um novo ciclo se inicia seguindo as mesmas etapas, mas se houver atenção ao que ocorreu, mudanças vão acontecer e o resultando tende a ser melhor para o grupo de colaboradores e para a Empresa. O R.H. Cumprido seu papel pode ser o caminho para aproveitar diferenças e contribuir para a motivação e a formação da equipe.

Psicóloga – Terapeuta Familiar e de Casal
Noemi Paulina Cappellesso Finkler
CRP 08/03539

Psicóloga – Terapeuta Familiar e de Casal
Elisa Mara Ribeiro da Silva
CRP 08/03543

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!